Barra do Garças/MT, 18 de Setembro de 2019

Facebook

NOTÍCIAS quarta-feira, 11 de Setembro de 2019, 06h:48 | - A | + A

CAIXA 2

Ministério Público Federal manifesta pela cassação de Selma

Por: Thiago Andrade

Chico Ferreira

Atualizada às 21h12 - A procuradora-geral da república, Raquel Dodge, manifestou nesta terça-feira (10) pela improcedência do recurso da senadora Selma Arruda (PSL) e consequente manutenção de sua cassação e realização de nova eleição para o posto. Procurada, a senadora só se manifestou 3 horas após a publicação desta matéria. Veja nota.

  

Em longo parecer com 277 parágrafos, ela lembra todo caso envolvendo a cassação de Selma e destaca que a senadora usou em 2018 quase a mesma quantia declarada com atividades antes do período eleitoral, o que descompassou o pleito com os outros candidatos.

 

Raquel Dodge também manifestou contra o pedido de Carlos Fávaro (PSD) - um dos autores da ação contra Selma - para assumir o cargo até a realização de nova eleição. 

 

A procuradora cobrou ainda rápido julgamento do pedido de Selma e realize novas eleições para a vaga deixada por Selma. 

 

Outro lado   

A senadora não quis se manifestar sobre o parecer.

 

Nota de esclarecimento 


A senadora Juíza Selma esclarece que a manifestação da Procuradoria Geral da República não se trata de um pedido de afastamento imediato do mandato. A PGR tão somente manifestou-se nos mesmos termos do que foi decido pelo TRE-MT, no sentido de que o acórdão, se mantido, deve ser executado após o julgamento no TSE, independentemente da interposição de outros recursos.
A parlamentar também manifesta estranheza pelo fato de os autos terem ido ao Ministério Público Federal na data de hoje, 10/09, e o parecer, com 75 laudas, ter sido assinado pela PGR nesta mesma data, ou seja, 10/09.
Para a senadora, “há sério indicativo de que o parecer já se encontrava pronto, por encomenda, ou que a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, não tivesse mais nada a fazer, únicas hipóteses que justificariam tal concomitância”.

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS